terça-feira, 5 de maio de 2009

QUE FAZ A MULHER DIGNA

AJUDA como Rebeca, que recebeu o servo de Abraão na sua cidade e deu água aos seus camelos cansados.
ATRAI como Raquel, por quem Jacó se dispôs a pagar 14 anos de trabalho.
BATALHA como Débora, que, em defesa do lar e da terra natal, veio a lutar contra os valentes, auxiliada por Jeová.
ESPERA como Noemi, que achou conforto depois de ter bebido as suas águas de aflição em uma terra estranha.
BRILHA como Rute, que nos campos de Boaz, em Belém, para sempre dignificou o trabalho manual.
ORA como Ana, cuja oração silenciosa foi apoiada e reforçada pelo último e maior dos juízes-sacerdotes.
SOFRE como Vasti, que preferiu perder o trono a perder a sua dignidade e boa reputação.
REINA como Ester, que para solucionar um mui difícil problema, foi ao rei Artaxerxes, numa hora apropriada.
CRÊ como Isabel, que aceitou o impossível, por intermédio de um precursor gerado por ela, o caminho para Jesus foi preparado.
AMA como Maria, que, com o seu frasco de precioso perfume, ungiu a Jesus, preparando-o para a sepultura.
ENSINA como Lóide, que encheu a mente e o coração de Timóteo, da letra e do espírito das Sagradas Escrituras, tornando-o sábio para a salvação.
ADORA E TRABALHA como Lídia, que abriu o seu coração ao Senhor, e o seu lar aos primeiros missionários enviados ao continente europeu.

ASSIM as mulheres dignas de ontem vivem, e viverão hoje e amanhã como mulheres de energia, de idéias e de influência, de execução, de capacidade e consagração. Deus abençoe a cada uma.

Autor desconhecido



“Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada” (Pv 31.30)

Um comentário:

Vinni disse...

Olá!
O blog tem sido benção!
Cada texto tras uma edificaçao e renovo!
Paz!!
Vinni